3 ações americanas para 2021 que Buffet também investe

ações

Apesar de oráculos verem o futuro, o oráculo de Omaha, como é conhecido Warren Buffett teve algumas dificuldades em sua carteira no ano passado. Contudo, o portfólio da Berkshire ainda conta com ações com grandes previsões de crescimento. Assim confira agora as boas escolhas do investidor mais famoso do mundo.

Primeiramente, vale lembrar que estas ações, possuem o maior peso entre o portfólio oficial de Berkshire Hathaway, uma das maiores holders do mundo, e chefiada por Buffett. Assim a relação de ações favoritas do empresário, vem desta fonte.

As ações de Buffet

Ações da Apple

Além da própria Berkshire Hathaway, a Apple (NASDAQ: AAPL) é a ação favorita de Warren Buffett. A gigante da tecnologia também foi uma das maiores vencedoras da Berkshire em 2020, com suas ações disparando 81%. O futuro da Apple continua brilhante.

Existem vários sinais que apontam para outro trimestre excelente, quando a Apple relata seus resultados do primeiro trimestre de 2021 em 27 de janeiro. Os fornecedores da empresa já estão registrando um tremendo crescimento de receita. As vendas da App Store estão em alta. A demanda pelo novo iPhone 12, especialmente o iPhone 12 Pro, continua muito forte.

As perspectivas das ações Apple vão além de apenas um trimestre positivo. Seu negócio de serviços continua a crescer e se destaca como um dos principais impulsionadores de crescimento de longo prazo. À medida que as redes sem fio 5G alcançam todo o seu potencial, os iPhones habilitados para 5G da empresa sairão das prateleiras ainda mais rápido.

É possível que haja alguns anúncios importantes da Apple ainda este ano. Talvez o mais intrigante seja a confirmação de rumores de que a empresa lançará um iPhone com tela dobrável. A empresa também poderia revelar novos serviços, talvez incluindo serviços digitais de saúde.

Mastercard

Poucos ficariam surpresos se as ações Mastercard (NYSE: MA) tivesse classificado entre as posições perdedoras da carteira de Buffett no ano passado. A recessão alimentada pelo coronavírus certamente pesou nas finanças da empresa de processamento de pagamentos. No entanto, a Mastercard realmente bateu o índice S&P 500 em 2020 com um ganho de 19%.

Há uma razão simples para o bom desempenho do Mastercard: os investidores olhavam para um futuro sem pandemia. Eles não se preocuparam com as quedas de receita e ganhos da empresa.

Mastercard deve ser um vencedor infalível conforme esse futuro se torne uma realidade. A meta de Joe Biden é vacinar toda a população americana até o feriado de independência, em 4 de julho. Se esse plano for bem-sucedido, ele deve ajudar muito a restaurar a confiança dos americanos. Isso significa que os gastos do consumidor devem aumentar, impulsionando as fortunas da Mastercard.

A longo prazo, a Mastercard está preparada para lucrar com a tendência imparável de deixar o dinheiro vivo. Embora Buffett chame o bitcoin de “veneno de rato ao quadrado”, ele pode ganhar dinheiro com isso. A Mastercard se destaca como uma das principais ações em criptomoedas devido a sua parceria com a BitPay para cartões pré-pagos vinculados a criptomoedas, incluindo bitcoin.

Pfizer

Pfizer (NYSE: PFE) é uma das poucas adições ao portfólio da Berkshire em 2020. Embora as grandes ações farmacêuticas não tenham feito muito no ano passado, deve ser uma história muito diferente daqui para frente.

A empresa, sem dúvida, terá um papel importante no plano de vacinação da administração de Biden. A Pfizer e sua parceira BioNTech comercializam o Comirnaty (BNT162b2), uma das duas únicas vacinas contra COVID-19 que obtiveram autorização de uso de emergência nos EUA em janeiro, momento que a última relação da carteira foi publicada.

A Pfizer e a BioNTech devem estar a caminho de dividir igualmente US$ 14 bilhões ou mais nas vendas da vacina COVID-19 este ano. Em comparação, a Pfizer provavelmente reportará perto de US$ 49 bilhões em receita total para 2020. Comirnaty, sem dúvida, servirá como um impulsionador de crescimento significativo para a grande farmacêutica.

Porém, há ainda mais notícias boas. A Pfizer desmembrou sua unidade Upjohn, que se fundiu com a Mylan para formar a Viatris. Como resultado, o crescimento da Pfizer não será contido por medicamentos mais antigos que estão perdendo vendas devido à concorrência dos genéricos. A ação parece uma boa aposta para ser uma vencedora para Warren Buffett em 2021.

Por fim, não deixe de conferir as novas queridinhas de Warren Buffett, ações chinesas! Clique aqui e confira!

Faça parte do melhor grupo de Investidores Globais: clique aqui Para receber as melhores recomendações diárias, siga nossas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *