As 4 melhores ações americanas para comprar em 2021 e diversificar

acoes americanas

Quais são as melhores ações americanas para comprar em 2021?

A maioria dos analistas continuam otimistas com o mercado de ações dos EUA. Com tantos estímulos ao mercado e juros próximo a zero nos EUA, colocar seu dinheiro para trabalhar é o melhor caminho.

No entanto, analistas e até a ONU ressaltam que é necessário ter cautela e escolher as ações certa. Isto porque muitas ações já estão com valuations expressivos.

As melhores ações americanas para comprar em Fevereiro são:

  1. Bill.com (BILL)
  2. Farfetch (FTCH)
  3. Mosaic (MOS)
  4. Spotify (SPOT)

1. Bill.com (BILL)

Se você está em busca de empresas que tem alto potencial de crescimento, pense na Bill.com. Desta forma ela deve estar na sua lista de ações.

Atualmente a plataforma da empresa é voltada para empresas com entre 2 e 500 funcionários (pequenas empresas excluindo proprietários. Assim, são seis milhões delas nos EUA), 90% das quais fazem faturamento, pagamento de contas e contratos em papel, resultando em perda de tempo e dinheiro, além de uma tonelada de erros.

A Bill.com (BILL), por outro lado, permite que eles entrem no século 21, sincronizando-se com sistemas de contabilidade on-line.

Digitalização acelerada

Em suma, a Bill.com (BILL) parece ser outra empresa que ganha com a a digitalização das empresas. Assim sendo, é possível compará-la com o Shopify e a Square.

Até agora, no entanto, a Bill só capturou menos de 2% de seu mercado-alvo, mas está progredindo rapidamente.

Além disso, no curto prazo, é uma das poucas empresas com uma grande história de crescimento subjacente que também deve ser ajudada pelo alívio da pandemia.

Por fim, a ação esteve instável por alguns meses no ano passado, mas finalmente continuou com um avanço persistente em novembro e dezembro, antes de recuar em janeiro.

2. Farfetch (FTCH)

A Farfetch é uma empresa que opera a plataforma global líder de moda de luxo. Esta é uma indústria que está explodindo não apenas por causa da Covid, mas também porque as marcas colocam mais ênfase na distribuição mais ampla e menos no controle da marca e do marketing.

Para se ter uma ideia, as compras de luxo feitas online devem crescer de 12% das vendas para 30% até 2025. Além disso, os negócios da Farfetch estão crescendo há algum tempo e permaneceram em alta este ano.

Por exemplo, as vendas cresceram 71% só em 2020. Além disso, a parceria da Farfetch com a Alibaba e a Richemont (dona da Cartier e de muitas outras marcas de luxo), trouxe US$ 1,1 bilhão e acelera sua mudança para a China, que em 2025 deverá representar quase do mercado de luxo do mundo!

A Farfetch tem como meta aumentar lucratividade do EBITDA no ano que vem. Além disso a receita deve crescer 33%.

3. Mosaic (MOS)

A Mosaic é a maior produtora de fertilizantes fosfatados e potássicos dos EUA, com atuação na Flórida, Canadá, Novo México e Brasil.

Depois de anos de superávits de safra e preços em queda, os agricultores da América estão se alegrando com as perspectivas do mercado de grãos muito melhoradas. Na verdade, há uma espécie de boom agrícola acontecendo com menor oferta devido ao clima adverso e aumento das exportações. Principalmente devido ao retorno de China como um grande comprador ajuda.

Isso está beneficiando as empresas que atendem aos agricultores, incluindo produtores de fertilizantes.

A demanda por fertilizantes foi impulsionada por melhores fundamentos para grãos como milho, trigo e soja. Além disso foi impulsionada também pela forte demanda dos consumidores por produtos agrícolas durante a pandemia.

Assim sendo, os embarques de potássio e particularmente de fosfato têm sido fortes nos últimos meses, com os estoques domésticos de potássio se esgotando. Isto devido à demanda sem precedentes; alguns produtores possuem vendas fechadas até o final do quarto trimestre e além!

Por fim, os analistas veem os resultados financeiros mais do que triplicando este ano e, como muitos materiais e ações cíclicas, a Mosaic (MOS) é uma ação muito forte. A curto prazo, uma oscilação ou duas são possíveis, mas achamos que apenas recentemente começou um grande avanço.

4. Spotify (SPOT)

O Spotify tem sido o líder global no setor de streaming por um tempo (mantendo-se à frente da Apple Music e outros).

Assim sendo, atualmente o Spotify opera em 92 países, oferecendo mais de 60 milhões de músicas e muitos podcasts.

Melhor ainda é que o Spotify terminou o 3T20 com 144 milhões de assinantes premium. Em média a assinatura custa US$ 10 por mês com diversos recursos.

No entanto, a questão aqui sempre foi a competição e se o Spotify será como o Netflix.

Agora, Wall Street está apostando na primeira opção, com um impulso proporcionado pelo coronavírus. Com isso, os analistas veem um crescimento baixo / médio de 20% em 2021.

Dito isto, o Spotify parece um potencial líder líquido, e a ação confirma que, com uma quebra de grande volume em dezembro, um recuo calmo por três semanas e, em janeiro, nova compra.

Por fim, vale ressaltar que estas não são recomendações de investimentos ou compra de ações. Recomendamos que o leitor tenha cautela na seleção de seus ativos.

Faça parte do melhor grupo de Investidores Globais: clique aqui Para receber as melhores recomendações diárias, siga nossas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *