Ações Coinbase (COIN): Comprar ou Vender agora?

Coinbase

A Coinbase (COIN) foi o IPO recente que mais deu o que falar no mercado de criptomoedas. Afinal a exchange de Bitcoin trás consigo o peso do mercado de criptoativos para a bolsa de valores. Contudo, é o momento de comprar ou de vender essas ações? Confira agora!

A Coinbase

Presente no mercado há mais de 9 anos, a Coinbase representa uma das exchange mais tradicionais. Além de possuir sob custódia cerca de 11% das criptomoedas capitalizadas, a empresa possui o segundo maior volume de processos em negociação de moedas digitais do mercado. Por isso, é bom estar de olho.

As ações da Coinbase já estavam dando o que falar antes mesmo do IPO, afinal a empresa foi a primeira exchange de cripotmoedas a abrir capital, e a novidade chamou a atenção de muitos investidores.

Desde os primeiros movimentos de seu IPO, a empresa esperava captar um grande valor de mercado, assim viu suas ações em leilões privados passarem da faixa de U$ 350 por ação.

Com o lançamento do IPO, as emoções não pararam, e apesar das variações iniciais, o crescimento foi assustador.

A empresa, tinha a previsão de ter sua ação estipulada em US$ 200 dólares. Contudo, a listagem do pregão bateu os US$ 381, e, além disso, ao longo do primeiro dia, o papel chegou a bater a marca de US$ 421. Apesar de aos ativos terem caído ao longo do dia, e fechando o pregão a US$ 328. Assim, apesar da queda, a empresa mantêm uma valorização considerável, batendo as expectativas iniciais da empresa.

Assim, os números totais alcançados pela companhia assombram. A companhia de criptomoedas alcançou valor de mercado R$ 569,3 bilhões com seu IPO, e assim, em apenas um dia listado.

Assim, para mensurar, a empresa já vale mais que alguns dos maiores bancos brasileiros.

Mas afinal, realmente vale a pena investir nestas ações, ou esse movimento exagerado vem apenas das especulações dos investidores?

Ações Coinbase (COIN): Comprar ou Vender agora?

Segundo alguns analistas, os valores, apesar de serem exagerados, ainda não refletem o verdadeiro potencial da companhia. Por exemplo, segundo o analista da Rosenblatt Securities, Sean Horgan, é esperado que a exchange de criptomoedas seja uma “líder de categoria de longo prazo”.

Este movimento não é surpreendente considerando que a empresa já é pioneira no setor, e assim os analistas estão estimando um preço-alvo por ação de US$ 450.

Em termos comparativos, hoje (26/04) as ações da Coinbase estão cotadas a US$ 300. Assim se concretizado, o preço alvo estaria 150% maior que a cotação atual. Uma valorização impressionante não é?

A valorização, segundo os analistas, seria pelo fato de que a empresa seria a primeira beneficiaria da corrida dos Bitcoins na bolsa de valores.

O mercado de criptomoedas está em constante expansão. Isso fica claro ao observamos as valorizações do bitcoin, ou até mesmo o Dogecoin, moeda que nem mesmo os criadores esperavam uma valorização, mas que foi de um centavo de dólar para 30 centavos em pouco tempo. Podemos dizer que a” febre” das criptomoedas, provavelmente, ainda está longe de um final definitivo.

Horgan ainda disse acreditar que é “razoável” supor que o potencial do valor de mercado das criptomoedas aumente em cerca de cinco vezes, assim, ultrapassando valor de mercado de ouro, alcançando cerca de US$ 11 trilhões nos próximos anos. O analista ainda disse que a participação atual de 11% da Coinbase no mercado de criptos a deixa na “pole position” para capitalizar esse crescimento.

Por fim, confira agora que você também é um interessado em surfar a onda da Coinbase, confira como o IPO da empresa fez seu CEO entrar na lista de homens mais ricos do mundo! Clique aqui e confira.

Faça parte do melhor grupo de Investidores Globais: clique aqui Para receber as melhores recomendações diárias, siga nossas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *