Ações da Oracle (ORCL) perderam o “brilho”: entenda porque

oracle nuvem

Grande empresa do ramo de serviços em nuvem, Oracle encontra alguns desafios no mercado, por isso confira:

Os investidores começaram a ficar com “um pé atrás” após a divulgação dos dados do 4T20. Os resultados negativos do trimestre resultaram em uma queda de 5% no valor das ações após o expediente.

A companhia já anota uma desvalorização de 9,1% no preço de suas ações (Dado de 11/03, antes do fechamento do pregão, sujeito a variação). Muito disso em resposta ao crescimento real da receita da empresa de apenas 3% no período.

Este crescimento é um balde de água fria para os investidores, considerando que no ultimo ano fiscal, os ativos da Oracle haviam acumulado uma valorização de 50%, principalmente pelas operações da empresa no Cloud Service, setor de grande valorização no ano dito.

As expectativas da Oracle

Contudo a companhia continua atrativa para muitos clientes. A Oracle disse que a receita de serviços em nuvem e suporte a licenças aumentou 5%, para US$ 7,3 bilhões no trimestre, o que compõem 72% do total. O executivo-chefe Safra Catz disse aos analistas em um apelo da empresa, que os serviços de infraestrutura em nuvem, geram receita anual de mais de US$ 2 bilhões.

A Oracle ainda conta com demanda para seus serviços, principalmente a plataforma Zoom. Por outro lado, as taxas de crescimento de receita não acompanham as grandes do setor. Sendo a estimativa que a empresa controla apenas 2% do mercado de Cloud Service. “Embora alguns comparem a Oracle com grandes empresas de infraestrutura de nuvem, como Amazon, Microsoft e Google, a realidade é que, a Oracle ainda é um player de nicho”, disse Scott Kessler, analista da Third Bridge.

A verdade é que a Oracle precisa expandir seu campo de crescimento. Ou então abraçar de vez o Cloud Service para que suas receitas aumentem conforme as expectativas do mercado.

Por fim, não deixe de conferir as expectativas do mercado americano para o ano de 2021 clicando aqui.

Faça parte do melhor grupo de Investidores Globais: clique aqui Para receber as melhores recomendações diárias, siga nossas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *