Ações da Tesla valem a pena? Veja 7 motivos para comprar

A ação da Tesla se tornou a maior queridinha do mercado mundial de ações no ano passado. E isso é claro, não aconteceu sem nenhuma razão. A companhia de Elon Musk mostrou ao mercado como é possível revolucionar o mercado automotivo. Por isso, confira agora 9 motivos para você investir nestas ações hoje mesmo.

As ações da Tesla valem a pena?

Os primeiros investidores da Tesla, hoje em dia já estão aposentados e acompanhando o mercado de capitais em seus iates. Afinal, a ação já valorizou mais de 11.000% desde sua estreia em Wallstreet. Mas será que ainda vale a pena investir na Tesla?

Os grandes players do mercado de carros elétricos parecem começar a levar a sério este mercado somente no ano passado. A GM está planejando gastar US$ 35 bilhões nesse esforço até 2025, um aumento de 30% em relação ao plano que anunciou no final de 2020. Além disso, a Ford planeja gastar mais de US$ 30 bilhões, com a meta de ter 40% de seu volume elétrico até 2030. E a Daimler planeja gastar US$ 47 bilhões com a meta de ser totalmente elétrica até 2030. Resumindo, a competição está chegando.

No entanto, ainda existem 9 motivos para a Tesla continuar mantendo a liderança deste mercado. Confira:

7 Motivos para comprar TSLA34

  1. A Tesla não tem um legado de negócios de combustível fóssil para proteger. Afinal, a empresa sempre se concentrou em carros elétricos desde o início. Na verdade, a missão da Tesla é “acelerar a transição do mundo para a energia sustentável”, razão pela qual a empresa também está fazendo um grande progresso em sistemas de energia solar e sistemas de armazenamento de bateria.
  2. A Tesla não paga publicidade. Nem impresso, nem no rádio, nem na televisão, nem na internet. Em 2019, a Ford gastou US$ 2,8 bilhões em publicidade nos EUA, enquanto a GM gastou US$ 3,7 bilhões.
  3. O motivo pelo qual não faz publicidade paga é que a Tesla ainda não consegue produzir todos os carros que o mercado deseja. A demanda excede a oferta – algo que nenhum dos outros grandes fabricantes de automóveis pode dizer. As novas gigafábricas da empresa em Austin e Berlim aumentarão a oferta, mas a demanda continua crescendo!
  4. A Tesla não tem revendedores. Ao vender diretamente ao consumidor, a Tesla consegue manter mais lucro. Mas os fabricantes tradicionais estão vinculados aos revendedores – que terão que declarar guerra as legislações para mudar a história.
  5. A Tesla tem uma grande liderança na corrida para fornecer carregadores públicos, com mais de 25.000 estações de carregamento em cerca de 3.000 locais em todo o mundo. Assim, a companhia consegue manter a força de sua marca também na infraestrutura, com demais usuários de carros elétricos de outras marcas sendo expostos aos produtos e serviços da Tesla
  6. Os carros autônomos ainda sofrem bastante desconfiança por causa da segurança. No entanto, o mundo aceita os riscos e as mortalidades derivadas de falhas humanas dos carros tradicionais, a transição deve ser gradual e constante.
  7. Indo além dos automóveis, é muito possível que o negócio de energia da Tesla – principalmente instalações de energia solar e baterias de reserva (tanto para uso doméstico quanto para utilidades) acabe diminuindo o negócio de automóveis da empresa. É uma grande indústria que está pronta para uma ruptura.

Faça parte do melhor grupo de Investidores Globais: clique aqui Para receber as melhores recomendações diárias, siga nossas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *