Ações de realidade virtual: vale a pena investir? Veja análise

realidade virtual

A realidade virtual vem crescendo cada vez mais no meio do setor tecnológico. Assim como de costume, investidores já começam a ficar atentos para as novas oportunidades de encontrar uma “nova Tesla” no mercado.

Assim, confira um pouco mais sobre este assunto que deve repercutir muito no mercado de investimentos nos próximos anos.

Para quem, assim como eu, cresceu assistindo filmes futurísticos, (como o famoso Matrix), este conceito de realidade virtual certamente lhe é familiar. Mas afinal, será que já é a hora de começar a investir em ações de empresas que lidem com esse tipo de tecnologia?

O que é Realidade Virtual?

Vamos sair da filosofia existencial e definir o que é realidade virtual. A revista Wired define realidade virtual como “tecnologia pela qual estímulos auxiliados por computador criam a ilusão imersiva de estar em outro lugar”. Assim, a realidade virtual, e sua prima próxima, a realidade aumentada (tecnologia que sobrepõe imagens 3D à realidade real, geralmente através de um smartphone), talvez esteja mais associada ao entretenimento.

Mas a realidade virtual e aumentada tem aplicações muito além dos jogos. Por isso podem aplicadas a engenharia, saúde, educação e construção. Estas são apenas algumas das indústrias que usam essa tecnologia para melhorar os resultados.

E quanto as ações de realidade virtual? Existem hoje, muitos exemplos de tecnologias “quentes” que eram muito complicadas ou caras para ganhar terreno fora de alguns setores de nicho, mas que conquistaram seu espaço no mercado. Por isso eu não subestimaria o potencial desta tecnologia.

A realidade do mercado financeiro

É importante notar que as ações de tecnologia quase sempre podem ser consideras uma boa compra. Contudo, isso não significa que você deve comprar ações de qualquer empresa deste setor. Mas, na totalidade, o setor tem crescido mais rápido do que o mercado em geral. O setor de Tecnologia da Informação do S&P 500 é o setor de melhor desempenho do índice nos últimos 10 anos, 5 anos, 3 anos, 1 ano e períodos acumulados, superando o Nasdaq bem mais que o triplo da porcentagem de dígitos em alguns casos.

A tecnologia 5G

E há mais de uma maneira de investir em ações de realidade virtual. Por exemplo, você pode investir em ações 5G, porque apenas a adoção generalizada de 5G tornará AR e VR totalmente possíveis, por vários motivos:

  • Tráfego: de acordo com a Cisco, o tráfego para AR (sigla em inglês para realidade aumentada) deve crescer 700% nos próximos anos. E o tráfego para RV (está projetado para aumentar em 1.100%. Para que AR e RV funcionem de maneira ideal, eles precisam de velocidades de 25 Mbps. E agora, a velocidade média de conexão (em todo o mundo) é de apenas 5,6 Mbps.
  • Largura de banda: simplificando, quanto mais larga a banda, mais rápido você poderá ir. Com AR e VR, as telas e equipamentos precisam de largura de banda que 4G simplesmente não oferece. No passado, nós nos contentamos com bandas abaixo de 6 gigahertz (GHz.). 5G oferecerá bandas de até 300 GHz, assim oferecendo uma melhoria de 50 vezes.

As empresas que já caminharam nesse setor

Além disso, quer você perceba ou não, pode já ter investimentos em ações de realidade virtual. A Alphabet (GOOGL), apesar do malfadado Google Glass, está investindo em RV. O Facebook (FB) comprou a fabricante de fones de ouvido VR Oculus em 2014, e a expectativa de toda a indústria é que as remessas de fones de ouvido VR e AR crescerão para 100 milhões anualmente até o final de 2021. Depois, há a Microsoft (MSFT); eles estavam usando seu fone de ouvido imersivo de realidade mista, o HoloLens, em parceria com a Volvo (VLVLY) desde 2016.

E se você quiser se aprofundar um pouco mais no mundo da RV, pode olhar para empresas como a Broadcom (AVGO). A Broadcom é fabricante de semicondutores e recentemente desenvolveu o primeiro dispositivo cliente Wi-Fi 6E do mundo, o BCM4389. O Wi-Fi 6E estende o padrão Wi-Fi 6 para oferecer suporte à banda de 6 GHz que logo estará operacional com larguras de banda de canal de 160 MHz que dobram as velocidades de Wi-Fi e cortam a latência pela metade em comparação com o Wi-Fi 5. O BCM4389 oferece mais de 2 Gbps de velocidade do mundo real e até cinco vezes melhor utilização da bateria, tornando-o uma solução ideal para smartphones e futuros dispositivos AR / VR.

Claramente, existem muitos caminhos para incluir ações de realidade virtual em seu portfólio. Você está pronto para investir no futuro?

Por fim, não deixe de conferir como você pode diversificar ainda mais sua carteira de investimentos com ações da Índia. Basta clicar aqui.

Faça parte do melhor grupo de Investidores Globais: clique aqui Para receber as melhores recomendações diárias, siga nossas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *