Apple quer zerar emissões de carbono até 2030

apple aapl empresa

A Apple anunciou planos para tornar todo o seu negócio livre de carbono nos próximos 10 anos. De fato o anúncio segue o planejamento da empresa que busca uma estrutura corporativa totalmente livre de carbono.

Segundo o roteiro do planejamento para a sustentabilidade divulgado neste relatório a empresa pretende reduzir a emissão de carbono para produzir cada dispositivo vendido, afim de zerar o impacto climático. A principal preocupação é encontrar maneiras de reduzir as emissões das produções em 75%. O restante será focado para ajudar a remover o carbono da atmosfera.

De fato a empresa já começou a utilizar meios para fazer uma porcentagem maior de seus produtos a partir de materiais reciclados, graças em parte aos próprios robôs domésticos Dave e Daisy, que recuperam com imãs dos materiais reutilizáveis, tungstênio e aço. A empresa também administra seu próprio Material Recovery Lab em Austin, com a ajuda de engenheiros da Carnegie Mellon.

Energia solar da Apple

De acordo com um comunicado, a Apple declarou que está trabalhando com mais de 70 fornecedores de energia para se tornar 100% renovável em seus centros de produção, uma parceria que acredita que reduzirá aproximadamente a mesma quantidade de emissões de carbono produzida anualmente por três milhões de carros. 

Nesse sentido a empresa também revelou que está trabalhando para lançar uma das maiores matrizes solares do mundo na Europa. Quanto aos 25% restantes de redução de carbono, há várias iniciativas descritas no relatório. Que incluem esforços para restaurar florestas na África e na América do Sul.

Também há planos para lançar um “Impact Accelerator”, destinado a investir em empresas pertencentes a minorias, como parte da iniciativa Racial Equity and Justice Initiative da empresa. Quanto à maneira como isso se relaciona ao tópico da sustentabilidade, a vice-presidente Lisa Jackson explicou que:

“O racismo sistêmico e as mudanças climáticas não são questões separadas e não respeitarão soluções separadas. Temos uma oportunidade geracional para ajudar a construir uma economia mais verde e mais justa. Uma onde desenvolvemos indústrias totalmente novas na busca de dar à próxima geração um planeta que vale a pena chamar de lar.”

A Apple geralmente recebe notas altas do Greenpeace, por seus esforços agressivos para limitar o impacto de suas enormes operações globais.

Faça parte do melhor grupo de Investidores Globais: clique aqui Para receber as melhores recomendações diárias, siga nossas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *