BDR Tesla: Como Comprar Ações da Tesla na bolsa brasileira

BDR Tesla

A Tesla (TSLA34) é uma das principais empresas do mundo, por isso, seu BDR é sempre uma opção atrativa para a grande maioria dos investidores brasileiros. Hoje, neste guia definitivo, vamos discorrer sobre os principais aspectos do BDR da Tesla, além de ensinar a você a comprar os ativos da empresa através da confiável bolsa brasileira, de forma rápida e prática. Por isso, confira agora como comprar BDR Tesla!

A Tesla

A Tesla surge em 2003, com a ousada proposta de revolucionar o mercado automotivo do mundo. A companhia, fundada pelos engenheiros Martin Eberhard e Marc Tarpenning, em San Carlos, na Califórnia, tinha o sonho de implementar os veículos elétricos na sociedade. Assim, e Tesla desenvolve, produz e vende automóveis elétricos de alto desempenho, componentes para motores e transmissões para veículos elétricos e produtos à base de baterias.

Apesar de ser conhecida como a maior produtora de veículos elétricos do mundo, a Tesla não limita seus serviços nesse setor.

Por isso, não é surpreendente entender que a empresa teve tanta visibilidade no mercado graças as suas propostas corporativas.

A empresa foca principalmente em fornecer didáticas e soluções que utilizam energia limpa e renovável. É bom lembrar que no mercado atual, as tendências de desenvolvimento sustentável se destacam e nisso a Tesla dá um show.

O mercado está preocupado com as metas de desenvolvimento sustentável, as ODS. Estas que, focam em atender as demandas da sociedade até 2030, lidando com fatores como a ampliação das energias limpas e a conservação do nosso planeta.

Assim, as empresas reconhecidamente sustentáveis fazem parte do verdadeiro futuro do mercado. Afinal, preservar a estrutura e a sustentabilidade do planeta, deve ser o verdadeiro foco da humanidade nos próximos anos.

Desse modo, a Tesla produz baterias de longa duração de armazenamento para residências e painéis solares, detendo o domínio dessa tecnologia e abrindo muitos fluxos de receitas por conta dessa diversificação e dos serviços em cadeia. A companhia vende e faz manutenção em seus veículos por meio de uma rede própria presente na América do Norte, Europa e na Ásia.

O mercado reconhece essas atitudes da empresa, por isso a empresa cresceu praticamente mais do que todo o mercado de veículos em 2020.

A Tesla no mercado

A Tesla é uma das maiores queridinhas do investidores, e isso não é atoa. Segundo o site Reuters, a Tesla acumulou em 2020 um crescimento de 743% no ano.

Realmente um número bem expressivo, que tornou a montadora uma das dez maiores empresas do índice S&P 500, que demonstra as 500 maiores empresas da bolsa americana.

Primeiramente, temos que entender os movimentos do mercado que fizeram a Tesla se tornar “espelho” para as demais ações no mercado. E dando um “Spoiler”, a razão vai além de apenas o desempenho operacional da companhia.

A Tesla, enfrentou recentemente o que chamamos na economia de oceano azul. De forma resumida, essa estratégia corporativa passa por, encontrar seu próprio oceano azul para navegar. Ou seja, “pulando fora” do mar vermelho, teoricamente feito pelo sangue da batalha pela competitividade. Parece até mesmo macabro, mas o mercado é realmente cruel e impiedoso com as empresas que não sabem se portar competitivamente.

O crescimento da Tesla

Desse jeito, o oceano azul, passa por se livrar dessas amarras, e isso pode acontecer de inúmeras maneiras.

No caso da Tesla, a empresa esteve na hora certa, e no lugar certo. Ao manter suas estratégias competitivas, em um mercado novo – o de veículos elétricos – a companhia teve todos os elementos para conseguir decolar e conquistar o título de maior companhia de carros elétricos do mundo.

Um dos pontos que favoreceram a empresa, foi a explosão do setor de tecnologia. Afinal, com a crise causada pelo coronavírus, muitos investidores saíram de setores mais tradicionais, e migraram para as ações de tecnologia, que por tradição, desempenham bem em tempos de crise nos setores mais primários. É o chamado investimento cíclico por setores.

No entanto, apesar de ter literalmente “decolado”, nem só de rosas vive a empresa comandada pelo excêntrico empresário Elon Musk.

A Tesla, depois da explosão de 2020, viu suas ações começar a oscilar, no entanto, é difícil eleger um culpado. Alguns analistas

Os BDRs

Primeiramente, antes de abordar definitivamente sobre como comprar as ações da Tesla, é importante entender como foi possível a negociação destas ações na bolsa do Brasil.

A sigla BDR representa: “Brazilian Depositary Receipts”, que em uma tradução livre significa “Recibos Depositários Brasileiros”. Assim estes recibos funcionam como um certificado de depósito de um valor mobiliário.

Em outras palavras, estes recibos de depósito, representam aqui no Brasil, um valor mobiliário emitido por
companhias de capital aberto, mas com sede no exterior (em geral, os papeis de ações de empresas).

Ou seja, um BDR, não é nada além de uma “ação” negociada aqui na bolsa de valores (B3), mas que representa uma empresa de capital aberto com sede em algum país estrangeiro.

Contudo, é importante lembrar que um BDR é apenas o certificado de compra de ação, o verdadeiro “papel” da empresa fica em custódia da corretora. Por isso, ao investir em BDRs, um investidor não tem os direitos tradicionais de um ativo comum. Então, não se torna ativamente um acionista da companhia, e não possui direito a votos.

O esquema do sistema de BDRs funciona da seguinte forma:

Este certificado, é emitido aqui no Brasil por uma instituição depositária. Essa instituição então, se torna responsável por garantir o “lastro” desse ativo, em outras palavras, a instituição deve garantir sua procedência. Para entender melhor, confira um exemplo prático:

Se você deseja comprar, hipoteticamente, 50 ações da Tesla A instituição que emite sua BDR, deve “ir” a bolsa americana, (através de uma conta no exterior), e comprar 50 títulos equiparáveis aos certificados de depósito emitidos e os manter sob custódia. Assim, a relação entre os recibos e os ativos se mantêm de forma segura e legal, e o lastro da operação é assegurado.

A BDR da Tesla

Até recentemente, o acesso aos BDRs era limitado aos investidores qualificados, mas graças as mudanças das legislações, todas as BDRs estão agora disponíveis para os investidores. Ou seja, nunca foi tão fácil investir em ações internacionais.

Pensando nisso, confira agora a relação da BDR da Tesla, em relação às ações listadas na bolsa americana.

Primeiramente, é importante entender a relação entre os ativos nas respectivas bolsas, e nada melhor do que um gráfico para visualizar bem não é mesmo?

TSLA vs TSLA34

Screenshot

No gráfico acima, é claro o “boom” que as ações tiveram em 2020, mas conforme citado, a empresa não conseguiu manter sua “caminhada” para as estrelas.

Ao comparar a relação do último ano, é interessante observar o movimento distinto entre a BDR e as ações americanas da Tesla.

Screenshot

Em um primeiro momento, as ações se mantinham em um mesmo nível de variação. No entanto, a partir de setembro os valores da BDR saíram do equilíbrio. A partir desse momento, o valor da BDR começa a se manter mais estável, mas não apresenta os mesmos piques de crescimento das ações listas na Wall Street.

Contudo, é estranho imaginar que as ações da companhia continuarão nestes níveis. E a longo prazo, a curva da BDR, deve voltar a almejar o topo.

Desse modo, talvez você esteja interessado em comprar as BDRs da Tesla. Portanto, confira agora um breve tutorial de como acessar esses ativos diretamente na bolsa de valores brasileira.

Como comprar o BDR da Tesla?

Primeiramente é necessário possuir uma corretora, no Brasil atualmente existem várias, com algumas condições diferentes, inclusive existem algumas com taxa zero! Como a XP investimentos e a RICO.

Com a conta devidamente registrada basta procurar a ação na plataforma da corretora.

As ações possuem TICKERS, que são códigos que representam essas ações. Em geral são uma pequena sigla acompanhada por números.

Estes números representam a classificação da ação, na bolsa brasileira as mais comuns são as ordinárias e as preferências.

No entanto, as BDRs utilizam esses códigos para definir sua categoria. Você pode conferir um pouco mais sobre as BDRs em nosso guia definitivo, para isso, basta clicar aqui.

Para começar, vamos utilizar, o exemplo da corretora XP Investimentos. Após efetivar seu cadastro, acesse o Home Broker da corretora.

Assim, clique na caixa de pesquisa, conforme imagem abaixo:

Screenshot

Assim, basta digitar o Ticker da BDR da Tesla, TSLA34. Após esse passo, clique no primeiro resultado da pesquisa.

Screenshot

Assim, a última aba irá abrir, e basta efetuar as últimas etapas do processo de forma bem intuitiva.

Assim, a última aba irá abrir, e basta efetuar as últimas etapas do processo de forma bem intuitiva. Escolha o montante de ações, e entre de vez na febre das ações da Tesla.

Faça parte do melhor grupo de Investidores Globais: clique aqui Para receber as melhores recomendações diárias, siga nossas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *