BuzzFeed (BZFD) estreará na Bolsa americana: saiba mais

BuzzFeed

O famoso site de notícias BuzzFeed (BZFD), está se movimentando para realizar seu “IPO” na bolsa de ações dos EUA. Quer entender mais desta história? Confira agora!

A Listagem da BuzzFeed na Bolsa

O BuzzFeed anunciou ao mercado suas intenções de ir à bolsa de valores. No entanto, a plataforma de notícias parece ter uma estratégia de operação bem estruturada para finalizar o negócio.

Contudo, um processo de IPO tem custos altos e requer uma série de burocracias, que acabam afastando as companhias de menor relevância do mercado.

Por isso, com isso em mente, o BuzzFeed está estudando o método SPAC.  Deste modo, a listagem aconteceria com uma fusão com uma firma de investimentos. Estas empresas de fachada já se listam previamente nas bolsas. Assim, buscando facilitar a entrada de novas empresas através das fusões. Em geral, esse é o modo mais rápido e menos burocrático de entrar na bolsa. 

A companhia escolhida para a fusão é a 890 Fifth Avenue Partners, um SPAC fundado pelo investidor Adam Rothstein e cujo nome faz referência à sede dos super-heróis do quadrinho Vingadores, da Marvel.

Um dos pontos principais que estão incentivando o BuzzFeed a entrar no mercado é o poder de capitalização. Desse modo, a companhia teria os recursos necessários para comprar alguns de seus concorrentes.

Segundo o The Information, o BuzzFeed tem planos de comprar a Complex Networks, um site especializado em streetwear, música e cultura pop.

Além disso, a companhia ainda tem um plano audacioso, e pretende entrar na competição dos anúncios digitais.

No entanto, o BuzzFeed tem uma “parede no meio do caminho”: as Big Techs, empresas como Google e Facebook que já dominam 90% das verbas do setor.

Por fim, o BuzzFeed deve estrear na bolsa sobre o ticker BZFD. E assim, entra forte no mercado, com um faturamento anual de cerca de US$ 300 milhões. Além disso, segundo o The Wall Street Journal, deu lucro no ano passado pela primeira vez desde 2014, em grande parte por um corte brutal de custos.

Ademais, confira agora 3 ações para você NÃO comprar. Basta clicar aqui!

Faça parte do melhor grupo de Investidores Globais: clique aqui Para receber as melhores recomendações diárias, siga nossas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *