Coinbase (COIN) já é bem melhor avaliada do que bancos brasileiros

Coinbase

O IPO da Coinbase, como esperado, já está dando o que falar entre os investidores.

A oferta pública inicial, da exchange de criptomoeda Coinbase, esta sendo um grande marco para o mercado de capitais, e isso não é sem motivo.

Presente no mercado há mais de 9 anos, a Coinbase representa uma das exchange mais tradicionais. Além de possuir sob custódia cerca de 11% das criptomoedas capitalizadas, a empresa possui o segundo maior volume de processos em negociação de moedas digitais do mercado. Por isso, é bom estar de olho.

A exchange de moedas virtuais, é a primeira empresa do setor a listar suas ações em uma bolsa de valores. Assim, traz consigo, o peso do Bitcoin no mercado de capitais. Em outras palavras, a empresa é pioneira em representar este ativo na bolsa de valores.

Assim, este IPO, vai além de apenas uma empresa sendo listada, mas funciona como um teste de como as criptomoedas se comportarão como um verdadeiro ativo.

A valorização da Coinbase

A empresa, tinha a previsão de ter sua ação estipulada em US$ 200 dólares. Contudo, a listagem do pregão bateu os US$ 381 e, ao longo do dia, o papel chegou a bater a marca de US$ 421. Apesar dos ativos terem caído ao longo do dia, fechando o pregão a US$ 328. Assim, apesar da queda, a empresa mantêm uma valorização considerável, batendo as expectativas iniciais da empresa.

Assim, os números totais alcançados pela companhia assombram. A companhia de criptomoedas alcançou valor de mercado R$ 569,3 bilhões com seu IPO, e assim, em apenas um dia listado.

Em termos comparativos a mineradora Vale, a mais valiosa da bolsa nacional, está cotada em R$ 548,9 bilhões. Enquanto a exchange de criptomoedas Coinbase já alcançou o valor de mercado de R$ 569,3 bilhões. Impressionante, não?

Além disso, no momento em que o auge do ativo foi alcançado, o valor da empresa superou os grandes bancos brasileiros, mesmo com o recuo no fim do pregão, a empresa fechou o dia com uma avaliação superior ao de Itaú e Bradesco, que, juntos, encerraram as negociações na B3 com um valor somado de R$ 469,9 bilhões.

Por fim, não deixe de conferir, a razão do movimento de queda desse ativo durante o seu primeiro dia. Clique aqui para conferir!

Faça parte do melhor grupo de Investidores Globais: clique aqui Para receber as melhores recomendações diárias, siga nossas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *