Como investir em ações chinesas através da Bolsa americana

chinesa

Entenda agora como é possível expor sua carteira de investimentos ao mercado chinês.

A China é a segunda maior economia do mundo e o país com maior crescimento econômico do mundo. Por isso, se tornou até mesmo sinônimo de desenvolvimento econômico. Afinal, tenho certeza que você já ouviu a frase: “teve crescimento chinês”.

Isso se dá, porque o país continua registrando crescimentos no PIB de até 6% ao ano, já há alguns anos. Além disso, conta com quase 1,4 bilhões de habitantes, e graças a esses ingredientes, a estimativa é que até 2050 a China seja a maior economia do mundo.

Só esses motivos já são mais do que o suficiente pra entender que o mercado chinês é uma boa aposta de investimento. Contudo, existem certas dúvidas quando se trata de como investir nesse mercado, hoje iremos esclarecer isso.

Primeiramente, antes de destacar como investir diretamente em empresas chinesas, é importante lembrar que é possível aproveitar as oportunidade desse nicho indiretamente.

Algumas empresas atuam globalmente. Por exemplo, a Vale é uma mineradora brasileira, mas o mercado chinês recebe a maior parte dos minérios extraídos pela empresa. Considerando isso, a empresa está diretamente relacionada ao mercado e pode ser uma opção para captar um pouco do crescimento das companhias chinesas.

O mercado americano como caminho para as empresas chinesas

Apesar de possuir algumas das maiores empresas com capital aberto do mundo, a bolsa de valores chinesa pode não ser muito convidativa para nós brasileiros. Por isso, é comum o uso de corretoras americanas para esse propósito, pela maior praticidade e acessibilidade.

A redação do Investir Global já preparou um tutorial de como abrir uma conta americana na corretora Avenue, clique aqui para conferir.

O principal jeito de investir na China são através dos ADRs (American Depositary Receipts).

Estes ADRs são o comparativo dos EUA ao nosso BDRs. Ou seja, são certificados que representam as ações de uma empresa estrangeira. Através desses ADRs é possível para o mercado americano se expor a uma série de novos mercados estrangeiros.

Avenue App BABA e mais paginas Pessoal — Microsoft​ Edge

As ações estrangeiras aparecem na corretora Avenue com a Sigla ADR. Por exemplo, temos o caso da imagem acima, que mostra a ação da empresa chinesa Alibaba (dona do AliExpress).

Contudo, os fundos de investimentos sempre são um facilitador para os investimentos em mercado externo. Os ETFs são fundos de investimentos compartilhados, ou seja, são carteiras de investimentos montadas e administradas por um gestor, e por isso são mais recomendas a investidores iniciantes.

ETFs para investir na China

Existem alguns ETFs montados com base no mercado chinês, tendo em seu portfólio empresas como Alibaba e a Tencent, a gigante da indústria dos games. Por exemplo:

  • iShares MSCI China ETF (MCHI)
  • KraneShares CSI China Internet ETF (KWEB)
  • iShares China Large-Cap ETF (Fxi)

Atualmente o ETFs chinês mais popular é o iShares MSCI China ETF (MCHI), seguido pelos fundos: KraneShares CSI China Internet ETF (KWEB) e o fundo iShares China Large-Cap ETF (Fxi).

Para encontrar este fundos na Avenue basta procurar o Ticker do ETFs na barra de Pesquisa.

A XP investimentos possui um ETF baseado no MSCI, contudo ele pode ser adquirido pelo mercado brasileiro, buscando facilitar as operações é o ETF “Trend ETF MSCI China”, o ETF é negociado sob o código “XINA11”.

Por fim, se você deseja saber um pouco mais sobre fundos de investimento no exterior, confira nosso post sobre o assunto clicando aqui.

Faça parte do melhor grupo de Investidores Globais: clique aqui Para receber as melhores recomendações diárias, siga nossas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *