Disney, Apple e mais 6 BDRs para comprar em Fevereiro

BDRs comprar fevereiro

O Banco Santander revelou a sua carteira recomendada de BDRs para comprar em fevereiro.

Saiba quais foram os ativos escolhidos pelos analistas da instituição financeira.

Carteira BDRs de Fevereiro

Conforme o relatório do Santander, os analistas montaram o portfólio de fevereiro com oito ativos. Nesse sentido, a distribuição de pesos entre eles é desigual.

Sendo assim, há uma maior exposição para as ações do JPMorgan (JPMC34), enquanto a menor se entre encontra para a Walt Disney (DISB34).

Ao mesmo tempo, os segmentos de maior participação na composição são tecnologia (25%) e serviços financeiros (25%).

Em resumo, a carteira completa de BDRs indicadas pelo Santander para comprar em fevereiro é a seguinte:

EmpresaTickerPeso
JPMorganJPMC3415%
AppleAAPL3412,5%
Berkshire HathawayBERK3412,5%
ChevronCHVX3412,5%
AlphabetGOGL3412,5%
Johnson & JohnsonJNJB3412,5%
VisaVISA3412,5%
DisneyDISB3410%
Fonte: Relatório Santander.

Desempenho da carteira em janeiro

O desempenho do portfólio em janeiro foi uma valorização de 5,1%, enquanto o índice de BDR da B3, o BDRX, apresentou variação de 7,66%. Sendo assim, a carteira ficou abaixo de seu benchmark no período.

Caso não saiba, para medir se as carteiras recomendadas tiveram um bom desempenho, as corretoras comparam a performance delas com um índice de referência, ou seja, o seu benchmark.

Nesse sentido, o índice escolhido pelas corretoras para comparação da carteiras de BDRs é o Índice BDRX.

Como essa carteira foi elaborada?

A princípio, a ideia das corretoras é montar um portfólio com os ativos negociados na B3 mais indicados para o ciclo mensal. Nesse sentido, com base em suas análises e projeções, o time de analistas monta e atualiza seus relatórios de recomendações uma vez por mês.

Além disso, o mais comum são carteiras recomendadas contendo 10 ações, porém isso não é uma regra e podem existir outras variações.

O peso, ou seja, a distribuição das ações na carteira costuma ser igual para todas. Caso uma carteira recomendada tenha 5 ações, cada uma terá peso 20%, enquanto uma carteira de 10 ações, cada uma tem peso 10%. Por outro lado, caso a corretora não faça pesos iguais, ela destaca isso para o bom entendimento dos investidores.

Por fim, cada time de analistas das corretoras pode ter critérios diferentes para incluir ou retirar uma ação. Portanto, o ideal é que o investidor verifique se as recomendações tem fundamento antes de se fazer qualquer investimento.

Faça parte do melhor grupo de Investidores Globais: clique aqui Para receber as melhores recomendações diárias, siga nossas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *