Gigantes de tecnologia estão na mira do governo Americano! Entenda

Chegou a hora de comprar ações de tecnologia?
  • O governo americano deve assinar a qualquer momento, uma medida que afetará diretamente as maiores empresas de tecnologia;
  • A ordem executiva, tem foco em restringir e limitar os processos de fusões e aquisições das grandes companhias;
  • O foco é manter a competitividade do mercado americano.

O presidente americano, Joe Biden, deve assinar a qualquer instante, uma ordem executiva que deve complicar a atuação que as maiores companhias de tecnologia do mercado americano. Confira agora da novidade que deve ser uma dor de cabeça para as FAANGs.

O fim do “Monopólio?” A ordem executiva dos EUA

O governo americano não parece nada contente com o poder das grandes marcas de tecnologia e sua atuação de aquisições. Por isso, o governo americano deve coibir este movimento com um ordem executiva, segundo o que revela o New York Times.

Assim, o objetivo da medida, é fazer as agências que regulam estas fusões e aquisições, mantenham estas companhias gigantes a “rédeas curtas”. Desse modo, as agências terão mais poder para vigiar de perto as práticas da indústria de tecnologia.

Além disso, a ordem também irá dar coro a Federal Trade Commission (FTC), para que a mesma mude as regras e limite as maiores empresas a usar os dados de seus clientes. Esta medida, vem em resposta as críticas do mercado as grandes companhias, que poderiam estar usando estes dados, para conseguir vantagem competitiva desleal.

Assim, esta medida é a prova que o governo americano, e o presidente Biden, está reconhecendo a força destas companhias gigantes, e mostra a preocupação com a saúde de todo o mercado financeiro. Assim, para lidar com isso, especialistas dizem que é preciso rever as leis antitruste. E possivelmente, reescrevê-las para capturar melhor os modelos de negócios do Vale do Silício.

As medidas também tentam evitar que as companhias comprem deliberadamente novas empresas que se destaquem no mercado. Afinal, com o sistema atual, a aquisição simplesmente inibe a criação de novos concorrentes. Este é o início de uma mudança que pode mudar o mercado como conhecemos hoje. Por isso, é importante ficar de olho em como os investidores irão reagir as novidades.

Faça parte do melhor grupo de Investidores Globais: clique aqui Para receber as melhores recomendações diárias, siga nossas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *