IPO do Airbnb vem aí, e pode movimentar US$ 33 bi

ipo airbnb

O que estava previsto para os primeiros meses do ano, foi atrasado pela pandemia do Covid-19: o IPO do Airbnb. Entretanto, a boa notícia é que se tudo ocorrer como planejado, a companhia estreará em Wall Street em sua máxima valorização.

Com a chegada da pandemia e medidas de isolamento social, as pessoas viajaram menos. Dessa forma, impactou negativamente o business da Airbnb, fundada e dirigida por Brian Chesky.

De acordo com o Wall Street Journal, a startup persegue um valuation entre US$ 30 bilhões e US$ 33 bilhões. Todavia, o valor fica acima do que o mercado vem considerando justo nos últimos meses, em US$ 18 bilhões.

Vale lembrar que em 2017 a Airbnb chegou a ter um valor estimado em US$ 31 bilhões.

Além disso, os valores precificam o momento difícil pelo qual a empresa atravessa em meio a tudo o que ocorre no cenário global. Assim sendo, nos primeiros nove meses do ano, a receita da companhia caiu 32% na base anual, ficando em US$ 2,5 bilhões.

Ademais, a Airbnb registrou um prejuízo líquido de US$ 696 milhões, ante o prejuízo líquido de US$ 322 milhões no mesmo período do ano passado.

Chesky sempre rejeitou aos pedidos de investidores que insistiam na listagem da empresa em uma bolsa norte-americana. Portanto, indo de encontro ao comum, pois muitas empresas abrem seu capital logo no início de suas atividades, surfando numa onda boa. Todavia, abrir capital numa bolsa de valores nunca foi meta para Chesky.

A Airbnb

Você obviamente conhece a Airbnb, mas sabe o que significa? Airbnb é uma palavra bonita criada pela junção de “Air, bed and breakfast”.

Criada por Nathan Blecharczyk, Brian Chesky e Joe Gibbia em 2008, hoje, a Airbnb é o maior site de hospedagem do mundo. Por meio do app/site é possível alugar – ou pôr para alugar – casas, quartos e apartamentos em qualquer lugar do planeta.

Além disso, vale destacar que há mais algumas coisinhas inusitadas, como iglus, casas em árvore, barcos e mais.

Gostaria de saber como analisar uma ação? O Guia do Investidor fez um post especial abordando indicadores de lucratividade, crescimento, endividamento e preço. Confira-o.

Faça parte do melhor grupo de Investidores Globais: clique aqui Para receber as melhores recomendações diárias, siga nossas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *